Como (e por que) criar uma Caixa Postal. - Juliana Rabelo
Visite o portfólio!

Pesquisar

Como (e por que) criar uma Caixa Postal.

outubro 07, 2015 Falando de tutoriais, random

Oi, pessoas! 🙂 Como contei pra vocês nesse post, recentemente abri minha Caixa Postal, e alguns de vocês curtiram a ideia de eu fazer um post falando sobre como fiz isso. Na verdade, pesquisei bastante em blogs e no próprio site dos Correios antes de tomar essa decisão. Resolvi compartilhar com vocês, então, os por quês dessa decisão e o que precisei fazer para abrir a minha Caixa Postal.
Motivos que me levaram a querer abrir minha Caixa Postal

1. Adoro me comunicar por cartas!
Já contei por aqui como gosto de trocar cartinhas. Atualmente participo de alguns projetos e grupos sobre isso, e é algo que me deixa bastante feliz. ♥

2. Minha rotina em casa é muito irregular
Uma das coisas mais desesperadoras é quando o app dos Correios avisa que sua encomenda saiu pra entrega, e você não tá em casa. Tendo a Caixa Postal, as encomendas são entregues diretamente na agência – nem você precisa “ficar de castigo” em casa, esperando o carteiro, nem precisa ficar tensa com essa questão de não estar em casa. Além disso, quais as chances de o carteiro amassar ou dobrar seus envelopes (já que eles não precisarão mais caber na caixa de correios da sua casa)? 😀
3. Segurança
Por gostar de trocar cartinhas, pela questão das entregas da lojinha virtual e também pelas questões de cadastramento em sites e serviços que utilizo (como o Mailchimp, por exemplo), fico mais tranquila de expor esse endereço publicamente. A verdade é que sou bem noiada com qualquer tipo de exposição, e sempre fico pensando que as pessoas podem procurar minha casa no Google street view, ou ainda virem bater aqui qualquer dia desses! Não sei se isso é tão impossível quanto parece, mas é melhor prevenir do que remediar, né.

4. Vontade de tornar mais acessível essa forma de contato
Sempre me questionei se meus leitores e amigues virtuais também não gostam de trocar cartinhas, e sempre tive esse receio de expor meu endereço pra todo mundo. Com a caixa postal, tenho essa privacidade e segurança de poder exibir uma nova destinatária pras cartinhas de vocês, e tornar esse contato mais abrangente! 🙂

O que precisei fazer

1. Verificar, na agência mais próxima da minha casa, se havia alguma caixa postal disponível.
Clicando aqui, você pode pesquisar qual agência é mais próxima da sua casa (ou qual é mais conveniente pra você). Depois, é só pesquisar o telefone da agência na internet, ligar pra lá e perguntar se tem alguma caixa postal disponível. Como eu vou com frequência à agência perto da minha casa, perguntei pro senhor do atendimento, mesmo.
2. Levar originais e cópias do meu RG, CPF e comprovante de residência;
Fiz cópias aqui em casa, mesmo, em preto e branco. Não precisa autenticar, nem nada – o atendente me devolveu meus documentos originais e ficou com as cópias. Dica: é bacana que o comprovante de residência tenha entre 30 e 60 dias de emissão. Se você é menor de 18 anos, ou pessoa jurídica, vale dar uma lida nesse link.

3. Levar o dinheiro referente ao período que contratei o serviço.
No meu caso, fechei seis meses por R$40 (dica: é sempre bom dar uma olhada na tabela de valores antes de sair de casa). Dividindo, sai menos de R$10 por mês, em troca de todos os pontos positivos que falei mais acima.
Assinatura do contrato
Depois disso, o atendente vai pedir pra você assinar uma espécie de contrato. Li o meu com atenção, e achei bacana dividir com vocês alguns pontos interessantes:
1. Não é permitido receber encomendas enviadas por serviços que não os da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos). Ou seja: quando for fazer um pedido pela internet, sempre pesquisar se o envio será por Correios ou por uma transportadora privada. No caso da segunda opção, você fornece o endereço da sua casa ao invés da caixa postal.
2. Você pode fazer cópias da chave (os custos são por sua conta). E se você perder essa chave, terá de arcar com os custos dessa perda.
3. Se você não quiser mais sua Caixa Postal, ainda tem 15 dias úteis (contando do vencimento) para retirar suas encomendas de lá. E esse mesmo período pra renovar o contrato.
Da próxima vez que você for aos Correios e quiser consultar sua caixa postal, basta se dirigir ao balcão de atendimento com a chave e uma documentação, e falar com o atendente (sem pegar fila) :). Até a data desse post, eu ainda não fui buscar nada na Caixa Postal, mas essas foram as informações que o atendente me deu. É possível que haja variação de agência pra agência.
O único ponto negativo é que você precisa se deslocar até a agência pra pegar suas encomendas e cartinhas. Mas, pelo menos pra mim, isso nem é tão problemático assim – porque sempre vou lá pra enviar cartas e as encomendas de vocês. 🙂

Antes de abrir sua caixa postal, não esqueça de verificar o site dos Correios e/ou de telefonar para a agência onde você vai fazer esse serviço, pra verificar as informações e os valores certinhos. 🙂

Espero que o post tenha sido útil e esclarecedor! Se tiver ficado alguma dúvida, não deixem de me contar aqui nos comentários! E se você também curte trocar cartinhas, não deixe de me escrever:
Juliana Rabelo
CAIXA POSTAL 3529
CEP 60.410-970
Fortaleza (CE)
Um cheiro!



Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

CommentLuv badge

19 Respostas para "Como (e por que) criar uma Caixa Postal."

Amanda Gomes - 07, outubro 2015 às (17:24)

deve ser muito legal ter uma caixa postal heuheu, acho super legal, em breve te mando uma cartinha ju <3
http://hey-mandy.blogspot.com.br/

Responder


Juliana - outubro 8th, 2015 às22:26 respondeu:

a sensação é bem gostosa, mesmo, Amanda! huhuehuehuae! manda sim a cartinha, vou amar <3

Responder

Jeys Quirino - 07, outubro 2015 às (19:51)

miga que massa. sempre fico querendo abrir uma, mas sempre achei que era mais caro.

Responder


Juliana - outubro 8th, 2015 às22:27 respondeu:

eu também achei que fosse um absurdo, mas é até bem acessível 😀 E quanto mais tempo de contrato, mais o preço vai caindo. Achei bem bom :~}

Responder

Bruna Guedes - 07, outubro 2015 às (21:51)

Eu acho muito legal esse sistema, mas não sei se aqui na minha cidade tem, é do interior e tal :/
Mas quando o blog crescer mais um pouco (se Deus quiser) vou procurar saber por lá xD
Adorei o post!
beijos
Ganurb

Responder


Juliana - outubro 8th, 2015 às22:28 respondeu:

É bem bacana, Bruna! Espero que você consiga em breve =~)

Responder

Grazi Lotti - 07, outubro 2015 às (23:40)

eu sempre tive vontade de fazer uma, mas tbm sempre fiquei com preguiça de pesquisar essas coisas, então muito obrigada pelo post! ahsuhaushuashuash ♥
Meu maior motivo é sobre essa coisa tbm de segurança de dar meu endereço mesmo que seja pra uma empresa confiável e tals.

Vou pensar melhor agora sobre e acho fantástico trocas de cartinhas xD apesar de nunca ter feito isso kkkkk
beijos

Responder


Juliana - outubro 8th, 2015 às22:29 respondeu:

HHHAHAHAAH maravilhosa!
Nossa, o meu momento de escrever cartinhas é muito maravilhoso. Experimenta escrever pra alguém que você já goste – essa é a porta de entrada pra drogas mais pesadas 😡 ahuahauh!

Responder

Michelli B.E. - 08, outubro 2015 às (13:31)

Eu to coçando pra não fazer uma… mas preciso de renda primeiro rs

Responder


Juliana - outubro 8th, 2015 às22:29 respondeu:

hihih :3

Responder

Bia Reys - 08, outubro 2015 às (16:34)

Quando eu era pequena, e via os endereços de caixa postal dos famosos que gostava (eu colecionava aquelas revistinhas da capricho que vinha com posters de famosos e mais algumas informações sobre eles), sempre desconfiava de que era uma endereço falso só pra enganar os fãs, daí nunca mandei nada pra ninguém aiuehuiaehu Mas que legal, que facinho e prático. E não é tão caro..pelo menos, não achei tão caro. Achei que fosse bem mais….digo, de certo, o valor não varia muito no resto do país. Um dia, crio uma pra mim t.t enfim, muito bom o post, tudo muito bem explicadinho XD
bss :**********

Responder


Juliana - outubro 8th, 2015 às22:30 respondeu:

Huahuahauhuahuaha! Sim, Bia, assim que abri a minha fiquei pensando nisso dos famosos e tudo mais. Lembro dos apresentadores dos programas de TV, também, e chega até a ser divertido ter essa caixa postal XD Que bom que cê curtiu o post, fico feliz! <3

Responder

Andréia - 09, outubro 2015 às (00:55)

Que legal!!! Não sabia que você era do Nordeste!
Agora algumas oficinas fazem mais sentido, hehehe.

Então, eu sou super nova nesse mundo de blogs (criei o meu em Junho), mas assim que precisei passar o endereço para alguém já escolhi abrir uma caixa postal. Acho muito mais seguro, afinal, nunca sabemos quem está do outro lado, né?

Muito sucesso! Beijo!
Andréia Campos
http://petitandy.com

Responder


Juliana - outubro 12th, 2015 às18:03 respondeu:

hahaha! isso mesmo, Andréia. Muito mais seguro 🙂

Responder

Thiciana Mandú - 09, outubro 2015 às (15:06)

Se um dia eu for famosa e talentosa que nem você abro uma, por enquanto vou só arrumar um tempinho pra te mandar uma carta mesmo 😉

Responder


Juliana - outubro 12th, 2015 às18:03 respondeu:

hahahahahahah, que é isso! vou adorar receber cartinha sua <3

Responder

Felipe - 22, dezembro 2015 às (21:47)

Nossa! que esclarecedor eu nem sabia dessas coisas todas que você falou! Foi tipo completamente informativo pra mim esse post. Da até vontade de começar a mandar cartas, só pra ter uma caixa postal. Ei, quando você manda cartas.. você coloca cera e marca? meu sonho fazer isso!
Parabens! Você se garante demais desenhando. Muita vontade de fazer esse curso de janeiro, vou me programar aqui! Beijo!

Responder


Juliana - janeiro 6th, 2016 às10:54 respondeu:

Que bom que o post foi útil pra você, Felipe! 🙂 Eu não ponho cera, não, mas também é uma grande vontade minha! 🙂 E será muito bom tê-lo na turma de janeiro! Espero que consiga se programar 🙂 Seja sempre bem vindo por aqui!

Responder


Brenda - fevereiro 24th, 2016 às09:26 respondeu:

Menina está dificil na minha cidade uma caixa postal, mas eu quero muito..e assim q conseguir vou começar a me corresponder! voce receberá uma cartinha minha adorei o espaço…n tenho blog nenhum mas sigo vários, quem sabe n faço um para contar minhas experiencias com as cartas q irei enviar?

Responder

Curso de Aquarela

<div class="titulo curso-de-aquarela"><h6>Curso de Aquarela</h6></div>

Mora em Fortaleza e quer aprender aquarela? Eu ofereço turmas regulares no Estúdio Daniel Brandão. Clica aqui pra saber mais! ;)

Ju Rabelo na sua cidade!

<div class="titulo ju-rabelo-na-sua-cidade"><h6>Ju Rabelo na sua cidade!</h6></div>

Quer uma oficina de aquarela na sua cidade? Então clica aqui pra cadastrar seus dados! :)

Receba as atualizações no seu e-mail! Assine abaixo e fique sempre por dentro das novidades:


Juliana Rabelo • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por