Preenchimento de pele com lápis de cor - Juliana Rabelo
Visite o portfólio!

Pesquisar

Preenchimento de pele com lápis de cor

maio 27, 2013 Falando de tutoriais, Equipamentos, Lápis de cor

Olá a todos! Depois de um período longo de ausência, volto pra esse blog pra compartilhar com vocês algo que é bem recorrente em qualquer tipo de desenho que envolva pessoas: a pintura da pele. Nessa postagem, resolvi mostrar como se dá esse processo com o lápis de cor, aproveitando o trabalho final e desesperador da disciplina de desenho que estou fazendo na UFC 🙂

Independentemente da cor, técnica ou propósito da pintura, eu sempre gosto de trabalhar com muitas cores da mesma paleta. Isso atribui um contraste e vivacidade muito grandes ao desenho e, se essa for sua intenção, os passos abaixo serão de grande valia!
Começo a preencher a cor de base. Essa cor de base nada mais é que a cor mais fraca da paleta escolhida para aquela determinada área. No caso do desenho deste post, a área determinada foi a pele, e a cor de base escolhida foi a desse lápis que aparece sobre o desenho. Isso porque escolhi trabalhar uma pele mais clarinha, mas no caso de tons mais fechados, aconselho começar com uma cor de base mais escura. Notem que, com a mesma cor de base, já começo a determinar também as áreas de luz e sombra do desenho; isso facilita o trabalho com as próximas cores.
A segunda cor utilizada foi esse rosinha claro da foto. Notem que ele não só acentua as sombras do desenho, mas acrescenta uma tonalidade a ele. Isso quer dizer que, se você quisesse o seu croqui com uma pele mais alaranjada, era só acrescentar tons de laranja. O mesmo para peles mais azuladas e amareladas: acrescentaria-se as cores dessa paleta. Como a minha coleção (sim, será uma coleção de 15 looks) tem uma proposta mais delicada e meiga para as modelos, optei por trabalhar o rosado.
À medida que vamos acrescentando mais cores, o contraste vai se acentuando, dando a impressão cada vez maior de tridimensionalidade. Adicionei o marrom clarinho da foto para anular um pouco do rosado, conferindo ao desenho uma cor mais natural. A dica ao utilizar cores mais escuras é tirar o peso da mão e pintar bem de leve, pois qualquer forcinha a mais pode significar um risco indesejado no desenho.
A quarta cor vem com o objetivo de ressaltar a maquiagem do croqui, então utilizei apenas na área das bochechas e nos lábios. Adicionei também um pouco nos ombros, pra simular um possível bronzeamento.
Finalmente, a última cor: o marrom mais escuro da caixa. Utilizado nas áreas de sombra mais intensa, ele ajuda a reforçar a ideia de que há tecidos sobrepostos à pele, além de enfatizar os encontros de partes do corpo. Também utilizei na maquiagem dos olhos. Ainda poderia acrescentar o preto em espaços ainda menores, mas preferi parar na quinta cor. Tenho tentado fugir do preto, nos últimos anos, mas isso é pessoal! Hihihi!
O importante é que vocês percebam a diferença entre um desenho colorido apenas com uma cor, e outro colorido com várias cores da mesma cartela! Espero que o post tenha sido útil pra vocês! 
Se tiverem dúvidas e/ou sugestões, é só deixar nos comentários, que eu tentarei responder o quanto antes 🙂
Um abraço e até a próxima!
♥♥♥
Material utilizado: Lápis de cor (48 cores) Faber Castell + Papel Canson A4 de 270g/m².
Esse post não é patrocinado!



Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

CommentLuv badge

11 Respostas para "Preenchimento de pele com lápis de cor"

Kênia - 31, maio 2013 às (02:35)

Oi Juliana, tudo bem?

Você é talento puro menina! Descobri seu blog hoje e misturei sentimentos de desespero, me sentindo uma ilustradora péssima e frustrada, e sentimento de motivação, com vontade de fazer muito mais, para desenhar tão bem assim! rsrs…

Parabéns mesmo!:D

Beijos

Responder

Helena - 07, junho 2013 às (14:50)

Amei esse post!
Conheci seu blog pelo justlia e desde lá sempre entro 🙂
Também sou ilustradora mas ainda tenho dificuldade com o lápis aquarelável então uso mais a tinta aquarela mesmo. Normalmente quando faço pele uso o cinza e o amarelo queimado (claro que quando é tinta acabo usando ainda azuis e roxos e por aí vai para alguns pontos já que a pele tem inúmeros tons rs).. costumas usar também cinza?
Adoraria ver o mesmo tutorial para fazer peles negras que tenho muita dificuldade pois acabam ficando muito chapadas e com poucos detalhes pelo mesmo.
Parabéns pelo talento!!!

Responder

A leitora - Aos Leitores - 28, julho 2013 às (23:31)

Olá! Tudo bem?

Também amei o post, bem como todos os seus desenhos *_*

Não sei desenhar muito bem, mas adoro rabiscar, desde que me entendo por ente vivo com um lápis na mão e sou do tipo que se ganhar uma caixa de lápis de cor sinto como se ganhasse algo valiosíssimo (artigos de papelaria em geral só perdem para os livro ^.^). Enfim, só queria dizer que o seu trabalho é inspirador!… mesmo para aqueles que não tem tanto talento (ou estão mais para "intrometidos", como eu rs), as dicas são muito válidas 🙂

:*

Responder

gabi - 16, maio 2014 às (21:18)

ai, amei o tutorial <3 faça mais!

Responder

vinicius junger - 02, agosto 2014 às (00:47)

Ola… obrigado pelo tutorial…vc tem algum conteúdo que fale sobre paleta de cores?

Responder

Kaoru-dono - 23, agosto 2014 às (01:11)

Caramba, essas foram ótimas dicas. Eu uso lápis pra colorir por opção e falta de programa decente. Isso vai me ajudar muito

Responder

Michelli Buzogany Eboli - 22, maio 2015 às (13:22)

Por essas e outras que AMO aquarela =D
Não tenho muito saco pra lápis de cor não hehehehe

Responder

Camera water n dream - 23, maio 2015 às (03:16)

querendo ou não, aquarela também é assim.. camadas..
a questão é que a emoção vem com a água! HAHAHA ~ eu tbm não curto mt lápis de cor :B

Responder

Cleison Magalhães - 11, janeiro 2018 às (18:33)

Suas dicas foram preciosas, desenhar, pintar é um refúgio mental pra mim, e nada melhor do que sempre melhorar esse refúgio né, rs Parabéns pelo blog

Responder

Helena Silva - 15, janeiro 2018 às (15:14)

Oi Juliana!

Adorei o seu post!

Estou começando a ilustrar e tenho muita dificuldade com esse lápis.

Mas agora vou tentar refazer a técnica que você ensinou para aprender mais.

Você é só talento, obrigada por compartilkhar conosco seu conhecimento!

Responder

Juliana - 16, janeiro 2018 às (09:02)

Adorei as dicas e orientações. As dicas das disposições das cores para ressaltar a área é muito top. Parabéns e obrigada.

Responder

Curso de Aquarela

<div class="titulo curso-de-aquarela"><h6>Curso de Aquarela</h6></div>

Mora em Fortaleza e quer aprender aquarela? Eu ofereço turmas regulares no Estúdio Daniel Brandão. Clica aqui pra saber mais! ;)

Ju Rabelo na sua cidade!

<div class="titulo ju-rabelo-na-sua-cidade"><h6>Ju Rabelo na sua cidade!</h6></div>

Quer uma oficina de aquarela na sua cidade? Então clica aqui pra cadastrar seus dados! :)

Receba as atualizações no seu e-mail! Assine abaixo e fique sempre por dentro das novidades:


Juliana Rabelo • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por