7 outubro 2014 arquivado em: Blog
Uma pergunta que tenho recebido com frequência é como fazer os “efeitos” brancos nas ilustrações, e hoje mostro pra vocês alguns materiais que já testei e aprovei, com variedades para todos os bolsos e estilos. Lembrando que os equipamentos listados abaixo não são os únicos capazes de fazer esse ‘efeito’, e sim os que mais uso (e indico) nas minhas produções. Clica no ‘continue lendo’, ali embaixo, pra ver o post completo 😉

01 | Caneta gel


Sabe aquelas canetas que levávamos pra escola (vovó Juliana) pra escrever tudo bem colorido? O material que mais uso para fazer os efeitinhos de branco é uma delas! 🙂 A caneta gel oferece uma precisão bacana, além da espessura fina, que é ótima para detalhes. O lado ruim é a pigmentação, que não é lá essas coisas todas: existe a possibilidade de ela ir ganhando transparência à medida que for secando.
02 | Marcador Posca


A Posca foi uma descoberta mais recente. Trata-se de uma caneta mais espessa, de pigmentação mais forte (a tinta lembra bastante a tinta acrílica) e pastosa. Infinitamente melhor que a canetinha gel. Tem a precisão maravilhosa que a estrutura de caneta oferece; o lado negativo é que a espessura mais fina dessa caneta até agora é 0.7mm – o que, pra mim, ainda é bem grosso.
03 | Tinta acrílica


A tinta acrílica é bastante acessível, e oferece várias possibilidades – pode ser usada em camadas de aguadas (diluídas em água), pura (com o auxílio de um pincel) ou em formatos mais experimentais (como espirros de tinta). A pigmentação costuma ser maravilhosa mesmo depois de seca. O lado negativo é apenas a precisão, que vai depender da sua habilidade com o pincel.
04 | Nanquim


Se você pensava que só existia nanquim preto, eis aqui uma surpresa: existe ele também não só branco, mas em uma infinidade de cores! Esses são da Winsor&Newton e foram comprados em Portugal (sdds Coimbra, sdds sr. Marciano), mas existem outras linhas mais acessíveis. Com o nanquim, você tem a união da espontaneidade do traço à pincel com a fluidez de uma tinta que escorre maravilhosamente pela folha. A pigmentação é maravilhosa, e é bem mais fácil de manusear do que a tinta acrílica.


Como disse lá em cima, esses são os equipamentos que mais uso para dar esse efeito branco nas ilustrações. Todos (com exceção do nanquim e da tinta acrílica) foram comprados pela internet; vocês podem jogar esses nomes no pai Google e deixar que ele mostre pra vocês várias opções de lugares para comprar.
Pra demonstrar melhor todas as propriedades de cada material que citei nesse post, fiz uma espécie de menu com todos eles; percebam a diferença na escrita, na pigmentação e na precisão que cada um oferece, e depois é só escolher e correr pra adquirir o seu preferido :}

Espero que o post de hoje tenha sido bem útil e esclarecedor pra vocês :}
Quem usar outros materiais para dar esse efeito, sinta-se à vontade para compartilhar sua experiência nos comentários! Quem tiver alguma dúvida, pode deixar lá também.
Curtiu o post?
Você pode ajudar a divulgar meu trabalho compartilhando-o nas redes sociais e mostrando pra todo mundo 😀
Um cheiro e até o próximo post.
tags:
0
amaram
    Ilustrasunday #34 + Inktober #5
    Illustration friday: invisible

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 Comentários

Receba atualizações sobre cursos, eventos, atualizações no blog, novos produtos e promoçoes na lojinha direto na sua caixa de entrada! ps: sem spam, só amor <3
Receba atualizações sobre cursos, eventos, atualizações no blog, novos produtos e promoçoes na lojinha direto na sua caixa de entrada! ps: sem spam, só amor <3
Todas as imagens e conteúdos presentes neste site são de autoria de Juliana Rabelo, exceto quando sinalizadas.
Copyright © 2013 - 2019 Juliana Rabelo. Todos os direitos reservados