3 julho 2014 arquivado em: Blog Equipamentos
Já fazia algum tempo que queria falar sobre marcadores por aqui. Como sabem, a tag equipamentos conta minha opinião sobre materiais artísticos, e às vezes vem junto com dicas e tutoriais. Pro post de hoje, fiz uma resenha dos marcadores Tombow e, no fim, compartilho com vocês um tutorial rapidinho de cabelo com as bonitas 🙂 

As Tombows são marcadores à base de água compostos por duas pontas: uma ponta-pincel, e outra ponta fininha, como a das nossas canetinhas de escola. A espessura da pontinha é bem próxima a das canetas 0.5.

Com a ponta pincel, podemos conseguir efeitos variados com a mudança de pressão que imprimimos na caneta. Já com a pontinha fina, o traço é mais preciso, uniforme e regular.

Uma característica muito marcante das Tombows é a capacidade de adição de cores. Na foto acima, sobrepus o azul ao amarelo e, na intersecção das duas cores, apareceu o verde 🙂 Se vocês olharem a foto com carinho, vão perceber alguns pontos amarelos no restante do rabisco azul: isso porque, como o marcador é à base de água, o contato entre dois marcadores promove uma blendagem: uma cor puxa a outra. Lembra bastante a lógica da aquarela!

Aqui, fiz alguns rabiscos pra mostrar as possibilidades que a caneta oferece: expressionismos, blendagem de cor, traços espontâneos… E sempre deixando rastros. 

Fiz alguns testes com as canetas em papel para aquarela (Canson, linha universitária) e em papel “normal” de 60kg. O legal do papel pra aquarela é que ele “segura” a tinta por mais tempo, então fica mais fácil de fazer a blendagem de cores. O lado ruim é a textura, que dificulta o deslizamento da caneta.

Testei também em papel comum (aqueles que a gente usa pra imprimir coisas). Na foto acima, vocês podem ver a quantidade de vezes que sobrepus o traço com canetinhas e como ficou o verso do papel em cada uma delas. Sim, as Tombow vazam muito, e é importante usá-las em papel resistente. Eu usei no papel de aquarela e no de 60kg, mas existem folhas apropriadas para as técnicas com marcadores: chamam-se bleedproof, ou seja, à prova de sangramento/vazamento.

Uma Mulanzinha que pintei apenas com os marcadores: o resultado sempre fica marcado, deixando o rastro da canetinha bem evidente. Como eu não sou muito chegada em pinturas marcadas, usar as canetinhas pra preenchimento total não me agradou muito. Gosto de usá-las para espaços em que eu possa aproveitar essa textura!

Sendo assim, preparei esse tutorial/passo-a-passo rapidinho de como fazer cabelos com Tombow (que foi o que mais gostei de fazer com as canetinhas)! Espero que curtam 🙂

A técnica consiste apenas em fazer traços espontâneos, tanto na direção raiz – pontas, quanto na direção contrária. A sobreposição da mesma cor e, depois, de cores mais “escuras”, resulta em cabelos ricos em volume e textura 🙂
Ficou com vontade de fazer? Faz e me mostra! Me marca no instagram {@julianarabelo_art} ou joga lá no facebook 😉
*
Agora, a pergunta clássica: onde comprar?
Recebi alguns desses marcadores da Koralle (alguns, eu já tinha – ganhei de presente) e, como já falei nesse post, recomendo fortemente a compra na loja virtual deles: o envio é rápido e os produtos vêm muito bem protegidos e embaladinhos.
As numerações que usei nesse post: 
990 (bege) | 243 (verde) | N15 (preto) | 761 (rosa clarinho) | 723 (rosa intermediário) | 703 (rosa mais escuro) | 623 (lilás) | 533 (azul) | 991 (amarelo clarinho) | 025 (amarelo mais forte)
A Tombow dispõe de um bocado de cores lindas, e o bacana é você comprar tons próximos, principalmente se gosta de seguir paleta de cores ou explorar a profundidade/luz e sombra do desenho. As canetinhas que ganhei de presente já tem mais de 3 anos, e ainda não apresentaram sinal nenhum de desgaste. A durabilidade é ótima!
*
E esse foi mais um post da categoria equipamentos 🙂 Espero que tenham curtido saber mais sobre as Tombows! Se tiver ficado alguma dúvida sobre as canetinhas, por favor, compartilha comigo nos comentários! E se o post foi útil pra você, não deixa de curtir, compartilhar, mostrar pros coleguinhas e deixar seu comentário aqui embaixo 😉
Beijos e até o próximo post!
***
Esse é um post patrocinado. Todas as informações contidas nesse post são verdadeiras, sinceras e escritas por Juliana Rabelo.  Só divulgo os produtos e serviços que eu realmente acredito, confio e recomendo. 
0
amaram
    Um ateliê pra chamar de meu
    Papéis Hahnemühle

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comentários

Receba atualizações sobre cursos, eventos, atualizações no blog, novos produtos e promoçoes na lojinha direto na sua caixa de entrada! ps: sem spam, só amor <3
Receba atualizações sobre cursos, eventos, atualizações no blog, novos produtos e promoçoes na lojinha direto na sua caixa de entrada! ps: sem spam, só amor <3
Todas as imagens e conteúdos presentes neste site são de autoria de Juliana Rabelo, exceto quando sinalizadas.
Copyright © 2013 - 2019 Juliana Rabelo. Todos os direitos reservados