10 fevereiro 2015 arquivado em: Blog tutoriais
No último post com meus experimentos (clica aqui pra ver), contei pra vocês que tava encantada com o papel pra aquarela tingido, né? As folhas ficam com um aspecto envelhecido/vintage lindos, e a aquarela parece ficar ainda mais delicada ♥ Pois bem, hoje eu vou ensinar a vocês como tingir os papéis em casa, utilizando apenas café! 🙂 

Do que você precisa:
café: não precisa fazer café só pra isso! eu usei o pó que sobrou no filtro de café que minha mãe fez, e rendeu bastante 🙂 é só esquentar água e colocar no filtro ‘sujinho’, e pronto!
– um recipiente: usei uma tigela/bandeja/refratária (como é o nome disso, minha gente?), dessas de colocar no forno. Limpei bastante pra tirar qualquer vestígio de gordura e sujeira.
– alguma coisa pra retirar o papel de dentro do recipiente. Eu usei um pegador de macarrão.
papéis! usei minhas folhas de aquarela, mesmo. Testei o papel pra desenho da Canson e uma folha 60kg, e funcionou direitinho também 🙂
– um lugar “sujável” para secar os papéis: eu pendurei as folhas no varal aqui de casa, mesmo, no quintal. Se você não tiver um espaço grande, uma boa dica é forrar o chão com jornal velho ou panos de chão (depois, deixe-os de molho com água sanitária), porque as manchas de café no chão não saem com água (experiência própria. foi mal, mãe!)
estar disposto a se sujar: principalmente se você for do time dos desastrados (como eu). Use uma roupa velhinha, porque o café mancha bastante.
Como proceder
(adorei esse título)

Encha o recipiente com café, mergulhe a folha e em seguida, remova-a e a coloque pra secar. Simples assim! 🙂 Quanto mais tempo você deixar a folha ‘de molho’, mais escura ela fica; pra mim, que vou usar esses papéis pra aquarelar, fica melhor se a cor estiver mais fraquinha. Mas para escrever, fazer colagens ou usar materiais mais pigmentados (como hidrocores/marcadores, guache e acrílica, por exemplo), a folha mais escurinha fica linda 🙂
Minha folha ficou toda torta! 🙁 E agora?
encontre as folhas! hihihi
 Não priemos cânico! É super normal que as folhas ‘enruguem’ depois de mergulhadas em líquido, mesmo as de aquarela. Depois de secas, coloque suas folhinhas embaixo de livros pesados. Depois de uns dois dias, elas já ficam bem menos onduladas 🙂

O que não fazer
Aqui vão uma série de coisas que aprendi “na marra”, ou seja: errando. 

1. Os problemas do açúcar

Usei café com açúcar na primeira ‘leva’ de folhas (porque já estava feito, e não queria gastar mais pó de café só pra ‘estragar’ com as folhas), e me deparei com várias coisas desagradáveis: o açúcar deixa a folha gordurosa, com aquele aspecto “preguento”, e ainda deixa a folha tingida mais suscetível aos efeitos da água. Na foto de cima, cês podem ver que a folha do meio e a da direita absorveram a água bem mais rápido, e na do meio, a água ‘repeliu’ toda a pigmentação do café. A folha da esquerda foi tingida com café sem açúcar, e resiste melhor aos efeitos da água.
Outra grande diferença que notei foi que, na folha tingida com café + açúcar, o cheiro do café ficou bem mais forte (eca!). Na folha tingida só com café, o cheiro fica quase imperceptível.
Mas o pior de tudo foi esse acúmulo de café no finalzinho da folha: nas folhas tingidas com café + açúcar, esse acúmulo formou tipo um melaço, uma coisa super grudenta mesmo. Nas folhas tingidas sem açúcar, só ficou uma manchinha bonitinha 🙂
2. Usar objetos pontiagudos para remover sujeiras das folhas

Não sei quanto aos outros papéis, mas o papel pra aquarela é muito sensível a qualquer tipo de intervenção. Na foto acima, cês conseguem ver o resultado da minha tentativa de remover sujeirinhas com o próprio pegador de macarrão. Se você quiser remover alguma sujeirinha que possa aparecer, faça isso usando os dedos, dentro da refratária cheia de café. Eu avisei lá em cima que cê tinha que estar disposto a se sujar.

Coisas que você pode (e deve) fazer!

1. Tingir aquarelas e desenhos já feitos

Por incrível que pareça, o café não interfere nas camadas que já estão secas: não mancha as aquarelas nem borra os traços feitos à lápis. Uma coisa legal é que o café não ‘pega’ nas manchas feitas com nanquim e tinta acrílica, e aí os efeitinhos brancos (que mostrei como fazer nesse post) permanecem, ganhando ainda mais destaque na folha tingida. Importante: por precaução, deixe as aquarelas recém-finalizadas secando por uns dois ou três dias antes de mergulhá-las no café, tá bom?

2. Espirros de água


Enquanto o café estiver secando na folha, experimente respingar água e veja a mágica acontecer 😀 Se você puder, movimente a folha, pra que as gotinhas de água percorram vários caminhos. Depois de seco, o resultado fica encantador ♥

***
Eu amei usar folhas tingidas pra fazer meus trabalhos e pra escrever cartas! Fica uma corzinha linda, e o resultado é super delicado. Quando vi minhas folhas prontas, fiquei com muita vontade de desenhar algo, ou seja: a criatividade e a inspiração ficam à mil! ♥
Espero que cês tenham curtido o post (apesar de ter ficado meio longo, mas precisava compartilhar todos os ‘causos’ aqui) e que sintam vontade de tingir as folhas de vocês! 😀 Se alguém fizer, me marca lá no instagram (@julianarabelo_art) pra eu ver, tá bom?
cartãozinho que foi pra casa de uma pessoa querida <3
E agora me conta: você já tingiu folhas alguma vez? Que materiais você usou? Curtiu os resultados que mostrei aqui no blog? Ficou com alguma dúvida? Me conta aí nos comentários!
Beijinhos,
0
amaram

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

23 Comentários

Receba atualizações sobre cursos, eventos, atualizações no blog, novos produtos e promoçoes na lojinha direto na sua caixa de entrada! ps: sem spam, só amor <3
Receba atualizações sobre cursos, eventos, atualizações no blog, novos produtos e promoçoes na lojinha direto na sua caixa de entrada! ps: sem spam, só amor <3
Todas as imagens e conteúdos presentes neste site são de autoria de Juliana Rabelo, exceto quando sinalizadas.
Copyright © 2013 - 2019 Juliana Rabelo. Todos os direitos reservados